28/03/2022 às 12h11min - Atualizada em 28/03/2022 às 12h11min

​Contra a desinformação

Telegram assina adesão ao programa de combate à desinformação, mantido pelo TSE.

Anna Paula Mello
Site TSE
Divulgação Site TSE
O Telegram Messenger assinou na última sexta-feira (25), um termo de adesão ao Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação no Âmbito da Justiça Eleitoral, uma iniciativa do Tribunal Superior Eleitoral , o TSE.

O objetivo dessa assinatura, é garantir um processo eleitoral livre de fake News e permitir o acesso a informação correta por parte da sociedade.
O termo assinado pelo aplicativo de mensagens não implica em nenhum compromisso financeiro, é gratuito e diz respeito e parte da premissa de que cada instituição deve fazer o próprio dever de casa para evitar o uso indevido dos canais de comunicação.

No site oficial do TSE, o texto do termo de adesão, diz que: “O Telegram se compromete a manter o sigilo necessário sobre as informações a que tiver acesso ou conhecimento no âmbito do TSE, salvo autorização em sentido contrário outorgada pelo Tribunal”.

O Programa

O Programa existe desde agosto de 2019 e nasceu após ataques sofridos durante a campanha de 2018, como uma maneira de se preparar para as Eleições 2020. Essa parceria entre o TSE e diversas instituições tem contribuído, segundo o órgão eleitoral, no combate à desinformação, já que consegue mapear e contrapor notícias falsas com notícias verdadeiras da imprensa profissional.

Além disso, existem outros parceiros, como a Câmara dos Deputados e o Senado Federal e as principais plataformas de mídias sociais e de serviço de mensagens do mundo como Google, Facebook, Instagram e WhatsApp.
Acesse a íntegra do termo de adesão.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://cidadesenegocios.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp